22/11/06

BIOGRAFIAS

.












Páginas escritas.
Páginas faladas.
De tantas se faz o tempo
que nos é concedido.
E o que nos concedemos.
De tantos silêncios, também.
Mudos. Eloquentes.

4 comentários:

Anónimo disse...

Que pena não se conseguir ler o texto...

Tinta_Azul disse...

Se fosse para se ler estaria legível...

MNN disse...

Prefácio

Esta autobiografia é sobre uma conjugação de uma estrela com uma onda do mar, sobre a síntese de uma rocha e um malmequer selvagem, sobre a combinação de uma romã com caviar beluga.
Esta autobiografia é sobre uma MULHER. Tu.

MNN

Tinta_Azul disse...

Não quereria que fosse outra pessoa a fazer o prefácio, porquê, tu sabes. :)