04/09/12

CONTRASSENSO

.


.

Pincéis de sargaço,
tintas d'água do mar.

Indeléveis,
efémeros desenhos na areia,
que a maré-cheia
não consegue apagar


- Sigur Rós
Ég anda [eu respiro]


Fotografia - Tinta Azul 01.09.12
Música - YouTube

2 comentários:

João Menéres disse...

Atrasadíssimo mas, mesmo assim o 1º a deixar-te um comentário !

E cá estou com o dilema habitual aqui
n'ALUAFLUTUA !...
Gostomais do textoou da imagem ?
Que te parece, Regina ?

Se viprimeiro a imagem, logo fui em busca do texto.

Rendo-me - UMA VEZ MAIS - Uma e outro são autênticas pérolas que dispensam a minha opção.

Felicito-te vivamente.

Um beijo.

heretico disse...

excelente composição.

também as marés se recolhem perante os gestos que as dominam.

beleza. aqui. sempre

beijo