19/10/09

A CIDADE É UM CHÃO E UM CÉU DE PALAVRAS...

.

.

A cidade é um chão de palavras pisadas
a palavra criança a palavra segredo.
A cidade é um céu de palavras paradas
a palavra distância e a palavra medo.

A cidade é um saco um pulmão que respira
pela palavra água pela palavra brisa
A cidade é um poro um corpo que transpira
pela palavra sangue pela palavra ira.

A cidade tem praças de palavras abertas
como estátuas mandadas apear.
A cidade tem ruas de palavras desertas
como jardins mandados arrancar.

A palavra sarcasmo é uma rosa rubra.
A palavra silêncio é uma rosa chá.
Não há céu de palavras que a cidade não cubra
não há rua de sons que a palavra não corra
à procura da sombra de uma luz que não há.


José Carlos Ary dos Santos
In Sofrimento
Obra Poética, Edições Avante, 1994.




Starálfur - Sigur Rós


Fotografia - TINTA AZUL. 24.01.08
Música - YouTube.vinciocco

3 comentários:

João Menéres disse...

Dei conta que já fazia uma semana que te não visitava. Faz tempo, não é LUA AZUL ?...
E tu, estás zangada com o grifo?Não vais aparecer mais, é ???

Amanhã é dia de DESAFIO. Apareces ???

Um beijo com um naco de azul (a esta hora ,16:37).

O meteorologista disse...

Enorme Ary .
Grande Música...Lindo.
Sabes?
Uma vez fui vê-los ao CCB e eles
num concerto de 90 minutos, não tocaram esta música.
Claro que fiquei chateado ...

heretico disse...

"A cidade tem praças de palavras abertas..."

muito bonito.

não deixemos cercar as palavras!

beijo