10/09/10

OS JUSTOS

.


.

Um homem que cultiva o seu jardim, como queria Voltaire.
O que agradece que na terra haja música.
O que descobre com prazer uma etimologia.
Dois empregados que num café do Sul jogam um silencioso xadrez.
O ceramista que premedita uma cor e uma forma.
O tipógrafo que compõe bem esta página, que talvez não lhe agrade.
Uma mulher e um homem que lêem os tercetos finais de certo canto.
O que acarinha um animal adormecido.
O que justifica ou quer justificar um mal que lhe fizeram.
O que agradece que na terra haja Stevenson.
O que prefere que os outros tenham razão.
Essas pessoas, que se ignoram, estão a salvar o mundo.

Jorge Luís Borges

[tradução de Fernado Pinto do Amaral]


- G Winston
Thanksgiving

Fotografia - Tinta Azul. 25.07.10
Música - YouTube

4 comentários:

mdsol disse...

Exacto. Essas pessoas são as que se entretêm "em casa" sem se entediarem. Muito bem. Amanhã copio este poss para colocar depois da senhora dorminhoca.

:))

Rogério Pereira disse...

A sua (nossa) amiga MdSol
Disse o que disse
e tudo o que disser
tira-me sempre da chatice
das mensagens ocas
cada vez mais raras e poucas

Diz o Jorge
"Essas pessoas, que se ignoram, estão a salvar o mundo."
Cara amiga
ignore-me por favor
pois quero ter essa missão
salvar um mundo qualquer
o que estiver mais à mão

(gostei de vir aqui...)

heretico disse...

muito bem. que assim seja!

beijos

vbm disse...

Belo!