04/04/07

27 - FESTIVAL INTERNACIONAL DE TEATRO

.
O Vinte e SeteFestival Internacional de Teatro, uma organização do Teatro de Vila Real em parceria com a Delegação Regional da Cultura do Norte, o Teatro Municipal de Bragança, a Associação Chaves Viva e a companhia Urze-Teatro, conta este ano com uma nova colaboração, da Academia de Música de Espinho. Deste modo, a terceira edição do festival realiza-se em quatro cidades: Vila Real, Bragança, Chaves e Espinho. Para além de um total de 46 espectáculos, distribuídos entre a programação principal e a complementar, o programa contempla ainda duas exposições, uma feira do livro, uma conferência e o lançamento de dois livros.
A comemoração do centenário do nascimento de Miguel Torga é a principal marca desta edição. Quatro das peças de teatro a apresentar partem ou inspiram-se na obra daquele autor: Herbário, de João Pedro Vaz, Alma Grande, do Teatro o Bando, No Rasto de Miguel Torga, da Urze-Teatro, e Bicho, da companhia Útero.
Homenageiam ainda Torga o filme de Paulo Castro, Paixão Segundo S. Martinho de Anta [uma produção do Teatro de Vila Real], a exposição do pintor Jorge Marinho, Torga – Letras e Paletas, as sessões de contos do grupo O Contador de Histórias, intituladas Bichos e Outros Contos da Montanha, e ainda uma viagem em comboio histórico de Vila Real até à Régua, que evoca Quando Torga Partiu Para o Brasil. (...)

Para mais informações e programação clicar aqui.

2 comentários:

JÚLIO SILVA CUNHA disse...

Querida Maria,
Bichus ou Bicho? Será esta peça;
http://apeste.blogspot.com/2007/04/pera-bichus.html
J.

Tinta_Azul disse...

Ambas inspiradas em Torga, mas coisas diferentes. Bicho(s) é uma peça de teatro, co-produção do Teatro de Vila Real e Útero, e estreia dia 13 de Abril no Teatro de Vila Real. Bichus ao que parece, é uma ópera e tem estreia no Teatro Gil Vicente em Coimbra no próximo dia 11. Mais não sei. :)