31/08/08

TIME OUT

.

Acabaram. As férias. Os dias mornos em casa. Intercalados. Entre o sofá, corpo estendido, e trabalhos domésticos numa lida vagarosa, ao sabor dum tempo que não tem pressa e porque o corpo também se ressente. Dias sem hora de deitar nem de levantar. Mais dias. Noutro lugar. Calorosos. Num Rio de Janeiro, Inverno Agosto quente. Laços estreitados. Outros ares. Outro Inverno. Agosto na Praça de Maio. Buenos Aires de frio moderado. A dança aquece os corpos. A paixão do tango. Uma dança de estações que se trocam e voltam ao seu devido lugar. Verão. Inverno. Verão. Norte. Sul. Norte. E no entanto parece que quase nada muda. Mas alguma coisa muda. Porque algo mais se acrescenta, se mistura em nós. E transforma. Um tudo nada. Amanhã é dia de regresso. Ao trabalho. Os dias a minguar. O Outono. O Natal. Mais um ano. Novo? Outro. Sim. E nós deveríamos saber viver cada dia. Mas não. Vivemos à espera dos dias que desejamos. De outro Verão. Se o sabemos, porque não agarramos o Outono para chegar à Primavera com o Inverno atravessado de olhos abertos? Talvez assim o Verão que se segue seja ainda melhor, apesar da inevitabilidade de dias invernosos que se atravessam sem escolher dia nem estação.

Imagem - Fotografia com sopreposição de texto. Restaurante Scenarium. RJ. TINTA AZUL. 15.08.08

7 comentários:

heretico disse...

tempo circular (pendular?). sempre o mesmo. mas nunca idêntico. esse o sortilégio!...

carpe diem...

é bom voltar aqui. sempre.

um Ar de disse...

Subscrevo... Embora não esteja na minha "natureza" [ou lá o que é...], sentir assim. Pena minha.
.
Mas, toca a andar... p'ra frente!
.
[Beijo...@... para já]

Duarte disse...

Tenho preferencia pelos equinócios, principalmente pelo Outono.
Sequência de palavras cheias de certo lirismo e ritmo diabólico que faz com que a prosa corra agradavelmente. Gostei, e muito!

Um grande abraço

livia soares disse...

Pois se um dia quiseres visitar Natal, avisa-me. Terei prazer em mostrar-te a cidade.
Um abraço.

-ha.z disse...

Adorei ler teus textos sobre as férias, viajei contigo um pouco também.
Me afino muito com a forma como encaras a vida, por isso me deleito ao vir aqui no teu espaço.
Um grande beijo e volte sempre,
ao meu blog ou ao Brasil, serás sempre bem vinda... :)

Justine disse...

Bom recomeço, cheia de força luso-latino-americana!!
Beijo

Anónimo disse...

BUENOS AIRES,gostei da cidade e do tango nem se fala mas mais,mais,mais adorei as terras do fim do mundo e, tenho a certeza que a TA ficaria maravilhada.


vadia