27/07/09

CANÇÃO MÍNIMA

.




No mistério do sem-fim
equilibra-se um planeta.

E, no planeta, um jardim,
e, no jardim, um canteiro;
no canteiro uma violeta,
e, sobre ela, o dia inteiro,

entre o planeta e o sem-fim,
a asa de uma borboleta



Cecília Meireles



_E. Grieg
Sonata p/ Violoncelo e Piano
Violoncelo - Mischa Maisky

Piano - Martha Argerich


Música - YouTube. Kimolerik
Fotografia - Tinta Azul. 2008

10 comentários:

João Menéres disse...

Até eu tinha saudades da Cecília ( e com um livro à minha frente!)...Mas eu sei o que me faltava: era uma imagem assim, TINTA AZUL, que nos mostra o equilíbrio do planeta representado pelas folhas que se amparam deliciadas a pensar que são uma borboleta a pular de flor em flor...

Um beijo.

Dois Rios disse...

Esses versos da Cecília têm a leveza de uma pluma e a beleza de um arco-íris. E a imagem é um sem-fim de beleza.

Lindo! Tudo.

Beijos,
Inês

Duarte disse...

Belo... duma beleza singular, mas profunda... flutuam os versos levadas pelos acordes musicais... belo!

Beijinhos com afecto

Justine disse...

Tão simples, e por isso tão belo. Obrigada!

A Ulloa en fotos disse...

Gosto moito do trévores. Nunha maceta da miña da miña casa teño uns trévores portugueses, igualiños cos da túa foto pero de cor morada.

Bicos

:)

Zef disse...

O equilíbrio desafia
a beleza das formas
e das linhas...
A beleza
desafia o espaço
e o ser...

Pulsante disse...

A minha borboleta

A minha borboleta é como uma brisa
uma brisa arco-iris,
a minha borboleta é leve e suave,
a minha borboleta é forte e radiosa,
a minha borboleta é a luz dos meus olhos,
a minha borboleta é toda a cor da minha paleta
e enquanto a minha borboleta voar sob o meu olhar
isto tudo será sempre o jardim em que quero estar,
se a minha borboleta deixar de me dar a luz-cor do mundo
então será o meu tempo de em pó me transformar.

Anónimo disse...

Nem vadiar me apetece ,mas tinha que vir hoje aqui para desejar-lhe umas boas férias e se quiser aparecer lá para as bandas do norte,adoraria.Vou ficar à espera de um encontro e do tal passeio que uma amiga comum nos prometeu.

Um abraço apertado cheio de azul

Vadia

heretico disse...

suave e delicado. (e precário). como chama em vôo de borboleta.

beleza aqui. sempre...

beijo

cristal disse...

Hoje passei por aqui com uma missão especial. Deixar-te a incumbência de dar um beijinho de parabéns à tua filhota e outro para ti de parabéns igualmente, pois de que havia de ser? Beijinhos