06/07/07

COMEMORAÇÃO

.


Acabei de chegar de uma festa de comemoração do aniversário de uma Escola de Hotelaria e Restauração.

Uma Escola pequena, onde cada aluno não é mais um número da turma, mas uma pessoa, entidade única e irrepetível, que é tratada partindo desse pressuposto.Uma Escola de um concelho onde as taxas de insucesso e abandono escolares são das mais elevadas do país [ fonte: censos de 2001].

Uma Escola que tem contribuído, à medida da sua dimensão, para o sucesso de muitos alunos. Muitos dos que ali estudaram e concluiram o seu curso, estavam lá para comemorar, o que é bom sinal. Não se regressa a lugares onde não nos sintamos bem. Os seus percursos são, na maioria, de sucesso. Estão empregados. Os testemunhos que ouvi foram positivos.

Uma Escola com o rio Douro ao fundo, num lugar belíssimo.
Estou muito feliz por ter feito parte desta comemoração, e por sentir que no meu pequeno espaço de intervenção, também contribui para que esta Escola tenha evoluído qualitativamente ao longo dos anos. Foi uma honra ter cortado a primeira fatia do bolo de aniversário, com o primeiro Director da Escola.
Amanhã haverá pequenos apontamentos em imagens do fim de tarde de hoje.
Vou deitar-me com a sensação do dever cumprido, dum serviço público que foi, efectivamente, prestado. Isto ajuda, em larga medida, a ter um sono descansado.

Boa noite.

4 comentários:

ELSON TEIXEIRA CARDOSO disse...

Toda comemoração tem gosto de vida.

Beijo,

PS: Desculpe-me a ignorância sobre o sabão. Em vez de sabonete, deveria ser sabãonete

Elson

zef disse...

Comemorar! Memorar com. Memória em conjunto. Acto colectivo, portanto.
Ao contrário do acto solitário que é recordar - memorar.

Tinta_Azul disse...

Então...quando se diz "recordar é viver" dever-se-ía, dizer "comemorar é viver". Faz-me muito mais sentido.:)

zef disse...

Pois. Talvez que "recordar" seja viver na sua dimensão individual e solitária; enquanto "comemorar" o seja na dimensão colectiva e social da vida.