12/03/09

EMPRESTAS-ME AS TUAS CORES?

.














Alguém pediu à rosa
que emprestasse a sua cor
para pintar o jarro.


















Eu pedi-as ao jacarandá,
a das folhas e a das flores,
para o repintar
e enfeitar a belíssima serenata de
Alberto Nepomuceno,


porque sei


que o Jacarandá

Cores de paixão
a quem tira

os olhos do chão

e a quem, também,
não.



_Alberto Nepomuceno
Serenata

Orquestra ESPROARTE
[EP Arte de Mirandela]
Direcção - Arnold Allum

Álbum - Música do Século Vinte
para Orquestra de Cordas.
Canadá, 1996.


Música - YouTube. Aluaflutua.
Imagens - 1. Fotografia de Jarro. 2. Fotografia modificada. TINTA AZUL. 11.03.09

7 comentários:

Duarte disse...

Belo, o que fazes, e o que dizes, que acompanhado com essa musicalidade adquire temperamentos aveludados... assim os percebo eu.

Abraço-te

TCA disse...

all yours

O meteorologista disse...

Ía dormir sem passar por aqui.
Olha o que eu perdia ...(Não guardes para amanhã...)

Justine disse...

E a rosa e o jacarandá, generosos, emprestaram-tas...e tudo ficou repintado, até o meu dia!
Abracinho

heretico disse...

belas as cores. com que (te) enfeitas...

beijos

Adriana Elise disse...

suas palavras tem uma sonoridade deliciosa.

Analuka disse...

Está muito bonito, encantador, o teu blog, este conjunto de letras, imagens e sons, para fazer voar, e flutuar, a alma! Beijo azul,