21/03/09

REUNIÃO DE POETAS - NO DIA MUNDIAL DA POESIA

.












TINTA AZUL




No dia Mundial da Poesia
6 poemas. 6 poetas.
4 de viva voz.
2 na voz viva de Amália.


Para ouvir devagar.


_Natália Correia
Defesa do Poeta




_J C Ary dos Santos
O Retrato do Poeta



_Vinicius de Moraes
Monólogo de Orfeu



_David Mourão-Ferreira
Fado para a Lua de Lisboa



_José Régio
Fado Português
Canta - Amália Rodrigues
Música - Alain Oulman



_Alexandre O'Neill
Gaivota
Canta - Amália Rodrigues
Música - Alain Oulman



Quando um grande poeta vai a casa de uma grande intérprete, é inevitável que se fale de poesia, que se recite e cante poesia, que surja poesia. O poeta, neste caso, é Vinicius de Moraes; a intérprete, Amália Rodrigues. E estavam presentes outros poetas: uns em presença física – Natália Correia, David Mourão-Ferreira, José Carlos Ary dos Santos -, outros apenas em espírito – José Régio, Pedro Homem de Mello, Alexandre O’Neill.












in Album - Amália/Vinicius


Gravado em casa de Amália Rodrigues na noite de 19 de Dezembro de 1968.


Imagem - A partir de fotografia. TINTA AZUL. 21.03.09
Audio - YouTube. Aluaflutua.

15 comentários:

addiragram disse...

Linda forma de desenhar a poesia!

mariam disse...

tINTAaZUL,
já passam 0:40 do dia da POESIA!
mas 'ELA TAMBÉM MORA AQUI. SEMPRE!
deixo outro raminho de frésias frescas e o meu sorriso :)
mariam

João Menéres disse...

Felizmente tenho o LP da época e, agora, o CD.

Parabéns por tão bom gosto na lembrança para o dia 21!

Um beijo.

vbm disse...

Bela homenagem.

António Silva disse...

Amiga!
Entrei para a minha visita semanal e... deliciei-me com o que ouvi. Bom domingo! Beijos. António

António Silva disse...

Olá Amiga!
Passei para deixar o endereço do meu novo blog

http://asebentadepoesia.blogs.sapo.pt/

Bom Domingo! Beijos! António

Justine disse...

Ouvido e saboreado devagar...e soube muito bem!

Duarte disse...

Reconhecido fico pelas
Emoções que me fizeste sentir.
Grande momento, inolvidável!
Isto dá-me vida, faz-me feliz
Nunca supus nada assim,
Aqui e agora, insuperável.

Obrigado

Beijo-te com a delicadeza que inspira o momento

cristal disse...

Mas que bem que fez! E há-de continuar fazendo que hei-de voltar aqui com outros vagares. BJ

Anónimo disse...

As frésias vão bem com a poesia.Imagino o ramo,sinto o cheiro,apetece-me escrever mas...não me atrevo.

um molhinho de goivos da

vadia

livia soares disse...

Well, Dear,
vc, como sempre, acerta em cheio, presenteando a gente com essas postagens onde a beleza vem de mãos dadas com a reflezão.
Um abraço.

Dois Rios disse...

Minha querida,

Que coisa mais linda! Que primor! Quanta sensibilidade a sua em nos proporcionar belos momentos em que os versos bailam ao som de lindas canções.

Um terno beijo,
Inês

O meteorologista disse...

Mas que grande 21 (de Março) me arranjaste aqui.
Bravo. Até estou entontecido.
Que bom esta partilha...
beijos grandes...

O meteorologista disse...

Errata:
-Onde se lê "de Março" deve ler-se
" de Poesia"...
-E onde se lê " esta partilha"
obviamente dever-se-á ler
"esta comunhão"...
Apesar dos lapsos ,com causas prováveis no entontecimento,renovam-se os beijos grandes...

Graça Pimentel disse...

Como estou a tratar de tudo para ir para Lisboa, venho para a semana ouvir, com tempo, tudo isto que me aguçou o apetite.

Beijinho grande