01/05/09

1º de MAIO. PARABÉNS MÃE

.
















M de Maio.
M de Minha.
M de Mãe.


Faz hoje 84 anos!

[O 1º de Maio de 2008]


_ F. Schubert
Avé Maria
Luciano Pavarotti


Imagem - TINTA AZUL. 30.04.09
Música - Youtube.

16 comentários:

João Menéres disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João Menéres disse...

LINDA A HOMENAGEM À TUA MÃE.

Linda a imagem. Melhor dizendo, BELÍSSIMA !

Surpresa com o M do meio !

Um grande beijo à tua Mãe e outro igual para ti.

vbm disse...

Parabéns
à ditosa Mãe
de uma filha
tão amorosa!

Duarte disse...

Que bonito!!! Escrevo precisamente aquilo que expressei quando abri o blog.

"Parabéns Mãe", que ternura reflectem estas palavras!
Tem que estar feliz com um ambiente assim.

Parabéns para ambas.

Beijinhos

Fernando Vasconcelos disse...

Parabéns ! Maio Maduro Maio Mês de Madrugadas e de Mães (e de aniversários de filhos dentro de uns dias). Parabéns à sua mãe que estará sem dúvida feliz por pelo menos ter uma filha assim. Abreijos
Fernando

mdsol disse...

Concordo com todos os comentadores anteriores rsrsr

Linda a fotografia ... o post! Como ela estava hoje!

:))

heretico disse...

pelo fruto se conhece a árvore...
beijo(s)

Juani disse...

Felicidades a la madre y a la hija, saluditos

Anónimo disse...

... No coração envelhecido de Uma Mãe, os filhos chegam sempre tarde...grande beijo de agradecimento às Nossas Mães...

Ramiro Conceição disse...

Lua, vou fazer uma brincadeirinha...(me perdoe).

Mãe é uma só que a gente tem no mundo. Ainda bem!
Se fossem duas...

vbm disse...

Duas ainda é pouco, Ramiro!

Olha, só eu tive quatro:
a biológica - ainda viva -;
a sua mãe, minha avó; e duas
suas irmãs, minhas tias,
uma solteira, outra viúva!

Ramiro Conceição disse...

Ok, vbm. Vou retificar...


Mãe é uma só que a gente tem no mundo. Ainda bem!
Se fossem cinco...

Tinta Azul disse...

:))))

Anónimo disse...

Bem, Lua, após a bricaderinha...
Vou mudar de tema:
da MÃE para a FERTILIDADE DA BELEZA!...



A LINGUAGEM DE PROMETEU
by Ramiro Conceição


Ó Deuses,
agora que a vossa ira se torna plácida,
porque meu castigo se faz destino
dentro da crueldade da justiça Vossa,
aqui estou na cidade aprisionado,
quase que vencido sob o sol do Sul.

Ó Deuses,
agora sei: o segredo que roubei
era a capacidade de criar cultura
entre bárbaros aniquiladores,
porém tal propósito se revelou
insano.

Ó Deuses,
dois dentre Vós perdoaram-me;
e para reparar meu terrível engano
Vos devolvo o fogo que doei ao profano
(este algoz-abutre-humano que me tortura
porque deseja....................... imortalidade!).

Oh Deuses,
Vosso poder é passagem,
Vossas vidas são passagens
em cidades de passagem;

Oh Filhos do Tempo,
o nosso amor é a única ponte possível
ao impossível Mistério
(Donde viemos? O que somos? Para onde iremos?).

“Não existe solução ao mortal-existir
senão legar mortais-existires além de si”
é o que ensina o FILHO DO CÉU
dentre amazônicas folhagens.

Sim, liberto agora estou
porque sou efêmero!
Qual o canto do bem-te-vi dourado
que flutua entre os pingos do SOL
finito que perdura.

Oh Deuses-mortais, por favor, não chorem!


PS-
FILHO DO CÉU: DIONISO, DEUS DA FERTILIDADE E DA ALEGRIA;
SOL:APOLO,DEUS DA BELEZA.

Ramiro Conceição disse...

Lua, sou eu aí, em cima! Sei lá o que eu fiz ao postar. Devo estar "mio",meio alegrinho...(GLUP!)

Graça Pimentel disse...

Também cheguei atrasada. Parabéns à Mãe pelo aniversário e pela filha que teve e que eu tenho a sorte de ter como Amiga.

Beijos às duas