13/06/09

[in] JUSTIÇAS

.



Se eu sofresse
de discromatopsia...

não lhe via,
às vezes,
as cores.

Despudoradas.
À luz do dia.



_A. Scriabin
Etude op 8, nº 12
Piano - Evgeni Kissin



Imagem - A partir de fotografia. TINTA AZUL. 18.05.09
Música -
YouTube.juliusI9

11 comentários:

Menina disse...

Não entendi o poema!
=D mas gostei do blog!

tigue disse...

...o grave Problema com que Nos debatemos nos dias que correm, é mesmo Esse, os dirigentes politicos e não politicos,não conseguem discernir as 'cores' que nos fazem Viver...

Selena Sartorelo disse...

É esse o único elemento que as diferencia.
O olhar de cada cor.
Oportuno post para esses equivocados dias.

beijos,

Selena

Justine disse...

...mas como não sofres, vês e vês muito bem!!
Bjinhos
(P.S.: ficaste muiot bem, nas fotos que a prima tirou)

Verdadeiros disse...

Também não sofro dessa "doença".
Mas sofre-se, de outra maneira :)
[Beijo...muito saudoso!]

um Ar de disse...

O comentário anterior era meu!
Sem me lembrar, entrei com o e-mail de uma das minhas turmas...
Tinha mesmo acabado de lá entrar e enviar umas "coisas", prometidas, neste final de ano lectivo...
.
O que eu queria dizer, é que sim: é saudável conseguir ver as cores todas da paleta!
.
Menos saudável é quando ultrapassamos a riqueza da diversidade da "paleta" e julgamos em função das cores e do que a metáfora significa, não é?
.
[Beijo...@]

mdsol disse...

E diziam que era cega. Pelos vistos assume a cor de quem a faz.

:))

Ερμής disse...

congratulations!!!!!

http://diaforetikimatia.blogspot.com

Nydia Bonetti disse...

Mas a justiça não deveria ser sempre absolutamente transparente?! :))
beijo

vbm disse...

Mas sempre a cor no fundo cinza
embeleza o paleta do artista!

Duarte disse...

Não importa a cor sempre que a justiça se justifique.

Beijinhos de boa amizade