16/03/08

SER.IS

.

Cerejeira a florir.
Ser Cereja.
No devir.


Fotografia. TINTA AZUL. Maia. 16.03.08

9 comentários:

Pulsante disse...

A alvura da inocência que desagua no vermelhão pecaminoso..:)

um Ar de disse...

Ainda falam das amendoeiras!...
Eu prefiro as cerejeiras!

E estas prometem o vermelho vivo, carnudo e suculento. [Pecaminosas, pois então!...]

[BEIJOS]

Pulsante disse...

E como não há bela sem senão, não há cereja sem caroço :)

herético disse...

tempo das cerej(eir)as. breves que sejam...

um Ar de disse...

Ora, Pulsante!
Um dos encantos das cerejas está nos caroços.

Ainda me lembro dos concursos de cuspidelas de caroços de cereja!...

As amêndoas não têm graça, parece que têm o caroço na parte de fora.

Definitivamente, para cuspir, não servem! Embora, depois de algum esforço, o que lá está dentro compense [quando não tem aquele leve travo a cianeto, claro...].

[Beijo].... :)

Tinta Azul disse...

SER is
caroço
e
cereja.
:)

Anónimo disse...

e as cerdeiras?
alguém sabe do que se trata?

Mariadosol
(não sei que se passa...o comentário não "fica")

Tinta Azul disse...

Família:Rosaceae
Espécie: Prunus avium
Sinonímias: Cerasus avium (L.) Moench Cerasus avium Moench Prunus avium (L.) L. var. silvestris (Ser.) Dierb. Prunus avium L. var. actiana (L.) C. K. Schneid. Prunus avium L. var. avium
Nome comum: Cerdeira; Cerejeira; Cerejeira-brava; Cereja (fruto).
[Fui à UTAD copiar isto]
:)

Ser d'eira
do montemuro
virada ao marão
as cerejas
que boas são!

Anónimo disse...

E as conversas são como as cerejas(vermelhas,pois então....rsrrrs)

Um abraço:pandorabox