28/11/08

DA BRANCURA DOS PERFUMES

.
















Depois de uma semana
de sombras
chego, exausta, ao fim dela[s]
.

Com a alma lavada. E,


delicadamente amaciada
com fragrância
de flores brancas.



_G. Mahler
Sinfonia nº 5 - Adagietto
Orquestra Filarmónica de Israel
Direcção - Zubin Mehta



Fotografia - TINTA AZUL. 11.02.08


7 comentários:

cristal disse...

Tão lindo sempre o que aqui nos mostras... Eu é que me tenho sentido demasiado cansada nestes últimos dias... até para comentar. BJ

Tinta Azul disse...

Querida Cristal,
Hoje, também, estou que nem posso. De cansada. Mas, muito bem por dentro. Depois de uma semana difícil.
Beijos de já vou dormir.

Duarte disse...

Branco imaculado... textura de cera!

;)))

Besos

OnlyMe disse...

Ainda bem que já te sentes assim... de alma lavada. Bom fds.
Jinhos :)

mariam disse...

T.Azul,
como a compreendo! também cansada estou...
agora nestes dois dias "ache" maneira de dissolver esse estado...
também o tentarei fazer...
olhe, mas agora mesmo sigo para Sintra, vou "lavar" a "alma" um desses dias conto-lhe como :)

bom fim-de-semana
um grande sorriso :)
mariam


ah! estive a ver e ouvir os infra, m a r a v i l h a! obrigada p'lo bom gosto.

addiragram disse...

Belo e simples Jarro, esse, que nos deixas!

Justine disse...

Ah "Morte em Veneza", branca e sombria, perfeição em forma de filme, com o Adagietto que me lava sempre a alma.