30/11/08

À ENTRADA DO INVERNO

.
















Desfaz-se o tecido de cores quentes com que, unidas, tornaram as árvores mais belas.

Empurradas pela força do vento, vão caindo. Uma a uma. Malha a malha.

Flutuam, agora, à tona da água fria. À entrada do Inverno.



___Keith Jarret
La Scala [Final da 1ª parte - a minha preferida]

Fotografia. Tinta Azul. 30.11.08

9 comentários:

Dois Rios disse...

Absolutamente encantada com o seu blog. Imagens, músicas, poesias, desenhos enfim, tudo na medida exata da suavidade e bom gosto.

Que bom que nos encontramos!

Beijos,
Inês

james emanuel disse...

De fato, blog encantador!


Um abraço.

mdsol disse...

uma entrada muito bonita!
:))


[não achas que era boa altura para tirares estas letras desconfortáveis que é preciso digitar antes de enviar o comentário? É só ires às definições, oh minha rsrsrsrsr... se eu que sou naba consegui....]

Tinta Azul disse...

Eu já tinha retirado...
não sei como voltaram...

Justine disse...

Agora só nos resta esperar pelo tempo do renascimento...
Entretanto sbe bem ouvir o Keith Jarret nesta tarde à entrada do inverno!

Fernando Vasconcelos disse...

Excelente post como sempre. Keith Jarret excelente escolha.

Duarte disse...

Entrada implacável a deste inverno, a ameaçar com muito frio.
Boa música e bela imagem.

:))

Besos

heretico disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
heretico disse...

cores des fiadas malha a malha. até à nudez imaculada do branco...

beijo