26/12/07

UM SONETO DE SHAKESPEARE. DOIS DESENHOS DE JORGE MARTINS

.











Deixa os que têm favor lá das estrelas
gabar-se das prosápias, honrarias.
Arreda-me a Fortuna o merecê-las,
o que mais honro guarda-me alegrias.
Favoritos de reis ostentam flores,
mas como o malmequer ao sol recolhe
em si mesmos enterram esplendores
e um sobrecenho as pompas já lhes tolhe.
O esforçado guerreiro no combate,
depois de mil vitórias, se vencido,
ao rol das honras vê o seu abate
e tudo quanto fez ser esquecido.
Feliz de mim porque amo e sou amado
e não tiro nem posso ser tirado.

W. Shakespeare




Imagens - Digitalização de desenhos de Jorge Martins em OS SONETOS DE SHAKESPEARE. Tradução de Vasco Graça Moura. Bertand Editora. Lisboa 2007.