17/04/08

ALERTA LARANJA

.

As mãos, grandes,
abertas
cheias de palavras,
desprotegidas.
Alerta laranja!
Dispersou-as o vento,
o mau tempo.
Amanhã,
talvez se possam,
de novo, congregar.
Sem lamento,
noutro tempo.


Imagem - Fotografia. TINTA AZUL.17.04.08

3 comentários:

herético disse...

poema de "altas pressões"...

volúvel. como tempo primaveril...

um Ar de disse...

Há alturas, em que é mais visível que andamos ao sabor do(s) "tempo(s)"....

E sem "outro lamento"...
... adia-se,
para amanhã.


[BEIJO]

Justine disse...

Congreguem-se, então, de novo, amanhã. O tempo,esse, inventa-se!
TA,que bela poesia de imagens despojadas e límpidas.
Bom fim de semana.