25/04/08

LIBERDADE

.





Frágil. Sedosa. Sedenta.
Quem te mata a sede?
Quem te alimenta?




Imagem - Fotografia. TINTA AZUL.27.03.08

4 comentários:

um Ar de disse...

Linda!...
... mais, ainda,
porque
não
sendo cravo,
brota
da terra,
sem qualquer cuidado
mas,
sem qualquer prisão,
quando
tem de ser
Vermelho...

[BEIJO]

Justine disse...

Então não sabes? As gotinhas de orvalho, que as fadas deixam cair, de manhãzinha cedo, antes do sol abrir...

M. disse...

Menos frágil do que aparenta.
Encarrega-se a própria natureza.

Uma papoila para ti :)

un dress disse...

a chuva o sol o

vermelho

vento ~






beijO