28/02/09

O PODER DA MÚSICA

.

Le seul Orchestre Symphonique de RDC à Kinshasa
Enviado por pollux91

Um belo exemplo do poder da música que a Cristal me deu, hoje, a conhecer.
E eu gostei. Se gostei. É comovente.

9 comentários:

vbm disse...

Belo!

Justine disse...

Aprender a viver com o essencial. Que empolgante lição de vida!

heretico disse...

grato. pela emoção.

não sabia. de todo. quanto Mundo "pula e avança". por vezes de forma tão inesperada.

beijo

mdsol disse...

Impossível não acabar de ver com os olhos molhados!
:))

vbm disse...

Bem. Vou ser desmancha-prazeres. Destituir um pouco este entusiástico aplauso a uma população, comunidade, que apesar das diculdades da vida, reserva um canto da alma a participar na estimulante arte da música.

E o que tenho a contrapor é só isto: assim como a Justine destaca a lição de vida daquela população que aprendeu a viver com o essencial;

assim eu enalteço a nobre inteligência de todos os que aprenderam a conviver abundância sem se deixarem por ela corromper, antes mantêm erguidos os valores admiráveis sobre os da futilidade supérflua.

um Ar de disse...

Não sinto essa mulher tão diferente de mim.
A música dá-me força, sim...

Acorda-me sem me estremunhar.

Embora me seja impossível trocar esta tal "abundância" pelo "essencial", a música questiona ambos os conceitos sem termos que falar... falar...

[Beijo]

Fernando Vasconcelos disse...

Muito belo. Muito belo mesmo. A música existe em todos sempre, basta alimentá-la.

Aprendiz disse...

Fantástico! Obrigado pelo momento!

Beijos

cristal disse...

Ainda não tinha vindo aqui para ver que tinhas cá deixado a música que tanto me emocionou e que eu tinha a certeza que te emocionaria também, como a muitas outras pessoas. Trata-se, e parece que, infelizmente é necessário, de uma demonstração de que a cultura não precisa de grandes subsídios, de salas douradas e muito menos de pessoas emproadas e convencidas, para ser expressa de forma elevada. E que pode conviver com vidas difíceis e com pouca para não dizer nenhuma comodidade.