21/07/08

SOLIDARIEDADE...

.
Fotografia: Parede de Casa velha abandonada. R. António Carneiro. Porto. TINTA AZUL. 2.07.08

El capitalismo es un sistema
profundamente solidario:
los ricos ayudan a los pobres
a mantenerse en su condición.


Eduardo Mazo
in Dan ganas de no morirse! [Suicidios frustrados de Eduardo Mazo]
Barcelona, Tot Editorial, 2000

5 comentários:

um Ar de disse...

Cada vez gosto mais deste "teu" autor.
.
Qualquer dia, ora! Qualquer dia roubo-to! [E tu, nem te vais importar...].
.
[Beijo :)]

mariam disse...

não sei p'ra rir se p'ra dar ganas de "esganar".......
e o pior mesmo é que parece que avança a "passos largos" nessa direcção...

:) :(

Tinta Azul disse...

Podes roubar-mo. :) Engraçado que ele salvou um amigo meu de ser roubado em Barcelona.Vê aqui:

http://aluaflutua.blogspot.com/2006/08/eduardo-mazo-um-poeta-das-ramblas.html

Ías gostar de o conhecer, aposto.
Beijo de Dão-me ganas de viver!

Justine disse...

Que grande definição! E a foto da parede degradada, que bem ilustra o texto...

Duarte disse...

Assim vamos, na cauda da Europa.
Uma Câmara que permite que as coisas cheguem a esse estado de degradação...

O texto, muito adequada à gráfica, é uma prova mais daquilo que se pode esperar duma economia de mercado.
Estes dias, em Espanha, um País metido numa tremenda crise económica, quando há uns meses tudo ia bem. Entrou em litígio o prestar ajuda às empresas da construção, que estiveram ganhando somas incalculáveis. Aqueles que compraram alegremente, a massa trabalhadora, agora não podem pagar, acabou a galinha dos ovos de ouro, que se arruinem: aqui é donde deve residir a ajuda, só assim seguirão pagando e consumindo.
Mais do mesmo, o capital busca capital.

Abraços