25/04/09

25 de ABRIL

.






Rebentou. Negra. De tensão.
Libertaram-se as cores.
Alegre explosão.








[Onde é que eu estava no dia 25 de Abril de 74?

Contei, faz hoje um ano, aqui. ]






Canção de Embalar - Zeca Afonso


Fotografias - TINTA AZUL. 1ª - 21.04.08. [Já publicada aqui, com algumas alterações.] 2ª - 25.04.07
Música -
YouTube.Edu193

6 comentários:

um Ar de disse...

Se há dias de que tenho saudades, são os dessa Explosão!...
Explosão de gente pelas ruas...
Explosão de regressos, de exílios e prisões...
Explosão de lágrimas de alegria, colectiva...
Explosão de cores, também!...
.
[Beijo...@]

Duarte disse...

Era muita a tensão acumulada, tinha que chegar, e que acontecer, e chegou, para bem de todos!

Beijinhos de satisfação

heretico disse...

"Talvez a hora seja o rumor frio e o arrepio da madrugada
Antes do desflorar das pétalas e das rubras verbenas..."

gostei muito. do teu "precoce" 25 de Abril.

beijos

mariam disse...

TintaAzul,

fantástico post! nas imagens e palavras...
estive fora, só agora deu p'ra vir dar um grande abraço :)
e um beijinho
mariam

nota: eliminei os coment supra, porque não como aconteceu mas eu aparecia como maria e não como mariam! tive receio que fosse algum virus! sorry

Ramiro Conceição disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
geocrusoe disse...

obrigado pelo seu comentário no meu blog, percorrendo as páginas desta lua flutante, vejo que há muitos gostos comuns, não admira, somos da mesma geração.
Quanto ao 25 de abril, tal como respondi no geocrusoe(respondo sempre que posso, por cá também o céu estava azul e havia uma atmosfera diferente a pairar nas ruas... mas tive aulas todo o dia.