09/04/09

MEMÓRIA DE ADRIANO [2]

.













Porque fazia hoje anos.
Porque sim. Sempre.

Deixo a sua extraordinária voz
e dois sonetos que lhe foram dedicados
Memória de Adriano por Ary dos Santos
Adriano
por Manuel Alegre























[clicar na imagem para ler]



Cantar de Emigração - Adriano Correia de Oliveira
Rosalía de Castro - José Niza/José Niza



Roseira Brava - Adriano Correia de Oliveira
António Ferreira Guedes/José Niza


Imagens digitalizadas do Album - ADRIANO - Obra Completa.
Música - YouTube. Aluaflutua.

4 comentários:

heretico disse...

"memórias de Adriano". vivas. se querem.

beijo

Duarte disse...

Um da minha geração!
Agradeço que faças presença aqui de quem marcou uma época.
Um belo canto à liberdade.
:)))

Beijinhos para ti, meus

Graça Pimentel disse...

Que bem me souberam estas recordações! Obrigada.

Beijinho

Friol disse...

Adriano : Recordo o seu "Como hei de amar serenamente".
Sentín moito a súa desaparición.
Escoito con frecuencia a súa música.
Encántame saber que hai sente que non o esquece
Desde Galicia con agarimo.