25/02/08

DO AZUL MUITO CLARO AO CINZA MUITO ESCURO

.

Limpo. Nublado.
Leve. Pesado.
Aberto. Fechado.

No mesmo dia.
Sob o mesmo céu.


Imagem - Fotografia. 25.02.08

10 comentários:

Mariadosol disse...

como diria (imagino eu) a um ar de: uma boa metáfora da vida, de nós
:))

Anónimo disse...

NAO CONSIGO COMENTAR.


VADIA

nnannarella disse...

Água-cor


O País da Cor é líquido e revela-se
na anilina dos vasos da farmácia.
Basta olhar, e flutuo sobre o verde
não verde-mata, o verde-além-do-verde.

E o azul é uma enseada na redoma.
Quisera nascer lá, estou nascendo.
Varo a laguna de ouro do amarelo.
A cor é o existente; o mais é falácia.

Carlos Drummond de Andrade


A imagem? - Parece Turner:)

Zef disse...

Parece... as minhas variações de humor, num só dia!

Tinta Azul disse...

mariadosol, vadia, nnannarella (obg pelo poema...que tem azul)
Afinal é uma metáfora dos dias (alguns) do Zef...Uma Aguarela de Turnerzef. Só porque também tem azul... E tudo que é limpo é azul, como o céu.
:)))

um Ar de disse...

Pois diria...
Era mesmo manina para dizer...

[BEIJOS para DUAS]

um Ar de disse...

Rectifico: "menina"... Deve ser do cansaço...

Anónimo disse...

Era o azul dos teus braços
que eu queria
Era o azul do céu
que nos cobria
Era o azul o azul,das águas
que mergulhamos um dia
Era azul
todos os dias

Era...
domingo

E tudo era azul
o que eu via


vadia

Tinta Azul disse...

Vadia,
Que lindo! Obrigada por teres partilhado:)
PS. Já agora, contrario o que uma vez aqui escreveste, que não sabias dizer com arte. Claro que sabes e bem!
Abraço

tufa tau disse...

e como não havemos nós de mudar também de humor?