05/05/08

HÁ PALAVRAS QUE NOS BEIJAM

.


Há palavras que nos beijam
Como se tivessem boca,
Palavras de amor, de esperança,
De imenso amor, de esperança louca.

Palavras nuas que beijas
Quando a noite perde o rosto,
Palavras que se recusam
Aos muros do teu desgosto.

De repente coloridas
Entre palavras sem cor,
Esperadas, inesperadas
Como a poesia ou o amor.

(O nome de quem se ama
Letra a letra revelado
No mármore distraído,
No papel abandonado)

Palavras que nos transportam
Aonde a noite é mais forte,
Ao silêncio dos amantes
Abraçados contra a morte.

Alexandre O'Neill
____________________________________

[Porque há dias em que nos beijam.
Com palavras.]

____________________________________


Imagem - Fotografias. Sobreposição. TINTA AZUL. 4.05.08

8 comentários:

herético disse...

palavras muito belas. como beijos. (in)esperados...

Betty Branco Martins disse...

olá_________Tinta Azul






escolha excelente_______Alexandre O'Neill





Poeta português com algumas obras_______às quais se podem chamar


______paradigmática do surrealismo português












beijO_____C_________carinhO

Juani lopes disse...

HAY PALABRAS QUE NUNCA SE OLVIDAN
HAY PALABRAS QE NUNCA SE DEBEN DECIR
Y HAY PALABRAS QUE SOLO LOS AMANTES SE PUEDEN DECIR.

tufa tau disse...

parece ter sido um dia assim

deixo a palavra beijo

hfm disse...

Há dias, há beijos, há palavras.

Bloga Comigo disse...

há palavras que nos beijam e há blogs também.
Belo.

Bjo

um Ar de disse...

Há palavras...
... como as tuas!


[Beijo...]

Justine disse...

Deve ter sido um beijo muito, muito sedutor!