13/05/08

VOZ ACTIVA

.


Canta, poeta, canta!
Violenta o silêncio conformado.
Cega com outra luz a luz do dia.
Desassossega o mundo sossegado
Ensina a cada alma a sua rebeldia.


Miguel Torga
Diário XIII
In Poesia Completa, Publicações D. Quixote, 2000.

Imagem - Fotografia. TINTA AZUL. Lisboa, 12.05.08

8 comentários:

herético disse...

tâo actual. e tão a propósito. este Torga! gentileza tua...

grato.

un dress disse...

sim mas cada vez chegam menos as palavras. isto é,

sendo importantes,

não chegam.






beijO

Justine disse...

Miguel Torga subversivo. Como o teu olhar, ao virar o óbvio de pernas para o ar, e a obrigar-nos a ver de outra maneira. Foto espantosa, míúda!(isto da "miúda" é só ternura...)

Anónimo disse...

BEM HAJA...para quem com tanta generosidade partilha, momentos de tanta beleza....balsamo para a minha alma...bem haja

um abraço;pandorabox

Tinta Azul disse...

Gosto que gostem!
Torga é um dos meus poetas preferidos, por isso o "trago" tantas vezes para aqui. :)

[Justine, gosto do miúda! :)]

addiragram disse...

Fundamental!

Duarte disse...

Binómio perfeito. Grande poeta, imagens circulares.

rocha vermelha disse...

A rebeldia
a diferença
perante a indiferença
a ousadia
é a magia
do crescimento.

Muito obrigado pelas tuas "provocações", entendidas literalmente (provocare = dar a voz a)
Dás-mas e eu aceito o desafio.
:)