18/05/08

MUITAS QUESTÕES POR RESOLVER...

.

Ia eu sentada num banco do Metro, a dormitar, quando abro os olhos e vejo um homem de idade, já avançada, em pé. Levantei-me, como sempre faço, para que se sentasse no meu lugar. Que não queria, foi o que me respondeu. Insisti. Voltou a dizer que não. À terceira, disse-lhe que fazia questão que se sentasse. Respondeu-me, de imediato, que havia muitas questões que ficavam por resolver. Não menos imediata, disse-lhe que sim, que muitas questões ficam por resolver, mas que a nossa questão era tão pequenina que ambos a poderíamos solucionar facilmente. Sempre sério, ripostou: pronto, eu sento-me para não ficarmos aqui em pé, no meio do Metro, a discutir.
Sentou-se, pegou num livro e continuou a sua viagem sem mudar o semblante carregado que trazia. Tão carregado como o Mundo anda. De desgraças. Foi o que pensei. Foi o que pensei que o fizesse estar assim.
Saiu antes de mim. Voltei a sentar-me no mesmo lugar. Fui a pensar na conversa. Na quantidade de questões, importantes e urgentes, que ficam mesmo por resolver... as do Mundo e as de cada um que nele vive ou sobrevive. Únicos, todos. Anónimos, a esmagadora [esmagada] maioria.
.
Manhã de Quinta-feira, dia 24 de Abril. Encontro no Metro com D. Manuel Martins, Bispo Emérito de Setúbal.


Imagens- Fotografias. Tinta Azul. 2007.

9 comentários:

um Ar de disse...

Que encontro incrível!...
Que (des)conversa bizarra!...

Quantas questões por resolver,sim.
Pelo menos, "essa" resolveste-a bem!

Tantos rostos que não vejo e que reconheço, também...

[Beijo, resoluto e imediato]

Duarte disse...

Excelente composição.
Às vezes acontece, quase sempre é assim, quanto mais formados mais complexos.
Nem um até à próxima e obrigado, um derrotado...
Faz o bem e não olhes a quem.

mariadosol disse...

este post é... perturbador! Por tudo... [e eu já conhecia o encontro...]
é certo que o mundo não vai muito bem, mas o tempo da revolução total já lá vai. Fazes bem em ir fazendo a tua revolução diária... no que está perto e se pode melhorar...assim melhoras o mundo e muito!
beijo

GP disse...

tinta_azul
O que há mais neste mundo são questões por resolver. Muitas delas teriams solução simples como a que relatas se Homens quisessem. O problema é que alguns vivem dessas questões e outros vivem a olhar apenas para o seu umbigo e tapam os olhos a essas questões.
Isso traz-me outras "questões"... Fico na dúvida se a educação que ajudo a dar aos netos, não lhes baralhará a cabeça. Eles vão ver-se gregos para encontrar na sociedade onde vão ter que viver, os valores que transmitimos.
Será que ficar eu com a consciência tranquila é bom para eles?
Enfim... questões bicudas...

Beijo grande

herético disse...

pequenas questões... insistentes!

gostei muito.

3 G's disse...

não sei porque conheço algumas destas cabeleiras!!

beijinho e até amanhã.

Justine disse...

O teu texto é um pequeno conto bem contado, com final inesperado, indispensável para ser um bom conto,e em que muitas questões ficam msmo por resolver!
Mas o que mais me impressionou foram as fotos: menina, onde foste tu arranjar tantas nucas???Apetece virá-las e ver-lhes o rosto, se estão carrancudos ou alegres, com questões resolvidas :))
Beijo

Tinta Azul disse...

Este encontro impressionou-me. Por várias razões. Não esperava encontrar D Manuel Martins no Metro. Não esperava vê-lo tão sisudo, porque, por incrível que pareça, a memória mais nítida que dele guardava era do gozo com que contou o seu almoço com Cavaco Silva - 1º Ministro, em que no final ao apresentarem-lhe uma bandeja com digestivos ele perguntou: "digestivos para quê? Se o almoço foi um arroz malandro com jaquinzinhos..."
Não fiquei sequer aborrecida, pois acho que cada um de nós tem direito a estar bem e mal disposto. É a vida...como diz uma grande amiga minha.
Confesso que gostei de ter tido presença de espírito para lhe responder tão prontamente.
E depois...deixou-me a pensar..na vida!
.
As nucas. As nucas são de pessoas que conheço muito bem e que gentilmente me deixaram fotografá-las de costas. Tenho muitas muitas...e algumas são caras muito bem dispostas mesmo...a começar pela minha :)))))

beijos a todos

Juani lopes disse...

Todos tenemos dias buenos y dias malos, que se le va hacer, lo importante es reaccionar en cada momento de la mejor manera posible
Aunque sea un obispo, al fin y al cabo con titulo o no es simplemente una persona en un mundo por desgracia lleno de problemas.
saluditos