24/06/08

SILÊNCIO

.


.



.

Movo-me,
eólica,
com a música,
antiga,
que o vento me traz.

Movo-me,
solar,
no azul
com que o dia
me fixa o olhar.

Comovo-me.

Os olhos,
longínquos
no rio,
já cheios de mar.




- Keith Jarret
La Scala
Final da 1ª Parte
[ECM.1997]


Fotografias - TINTA AZUL. S Cristóvão 22.06.08

12 comentários:

um Ar de disse...

Que coisa!...
Comovente, mesmo!
Tudo...

[Beijo!]

mdsol disse...

E quando o vento me trouxe a banda...da outra banda abaixo...fugi devagar ... e fui ter comigo.
BEIJOS PARTILHADOS!
:)

mdsol disse...

Volto:
As tuas palavras estão PERFEITAS!

Pulsante disse...

...quando as nuvens se mascaram de mar...

Juani lopes disse...

el viento me trajo, para oir la brisa de tus palabras
saluditos

O natural de Barrô disse...

Nunca este lugar mágico foi retratado, desta forma tão poética.
Estou feliz pela partilha deste momento.

heretico disse...

benfazejo o vento. que move o azul. e comove os olhos. cheios de mar...

sublime.

Tinta Azul disse...

Porque o sentir
é tão intenso
quanto o azul.

Beijos a todos :)

Anónimo disse...

Chantre


Et l´unique cordeau des trompettes marines


APOLLINAIRE in (ALCOOLS)


VADIA

~pi disse...

deixar

se

ir:

ao som

do

vento


~

Tinta Azul disse...

vadia e ~pi
Beijos para vós também :)))

mia disse...

Simplesmente fantástico... tudo. Bjs