08/06/08

SONETO

.

É preciso saber porque se é triste
É preciso dizer esta tristeza
Que nós calamos tantas vezes mas existe
Tão inútil em nós tão portuguesa.

É preciso dizê-la é preciso despi-la
É preciso matá-la perguntando
Porquê esta tristeza como e quando
E porquê tão submissa tão tranquila.

Esta tristeza que nos prende em sua teia
Esta tristeza aranha esta negra tristeza
Que não nos mata nem nos incendeia

antes em nós semeia esta vileza
E envenena ao nascer qualquer ideia.
É preciso matar esta tristeza.

Manuel Alegre


Imagem - Fotografias. Sobreposições. Tinta Azul. Junho 2008.

4 comentários:

Duarte disse...

Belo soneto que não conhecia.
As fotos estão a dizer

Juani lopes disse...

la tristeza es parte de nuestras vidas
saluditos

GP disse...

Olá, linda!
Espero que esta tristeza seja apenas porque sim...
Estou com saudades tuas.

beijinho grande

mariam disse...

lindo poema, deste M.Alegre Eu Gosto .... do "outro", o político, Não.
belíssima fotografia...

um sorriso alegre :o)