22/10/08

AQUI ESTÁ O GATO DE OLHOS AZUIS

.


Ode ao Gato, de Pablo Neruda no Terrear.



Dom Fuas, o Gato de Jorge de Sena, num comentário do António à Ode ao Gato.



O Gato que Comoveu o Mundo, de Dewey. Sugestão de leitura do António no 2º comentário à Ode ao Gato.



Behind Blue Eyes - The Who

Encontrámo-nos na rua. Olhei-o. Olhou-me. Tirei a máquina fotográfica da carteira. Continuou sentado. Fotografei-o. Deixou-se. Rebolou-se. Espreguiçou-se. Voltou a sentar-se. Posou. Cheguei bem perto dele. Não se incomodou com isso. No azul dos olhos, a claridade dum dia de Sol. E das coisas pequenas que me fazem ter horas boas. Minutos que sejam. No azul. Para lá do azul.

Para a Justine. Porque o prometido não é devidro.

Fotografias - TINTA AZUL. 3.10.08

6 comentários:

mariam disse...

Que lindo! e acompanhadando as imagens a esta música... 5*****
bem, o Mounty vai-se "passar"! e a sua dona Justine também!!!

bom resto de semana
um grande sorriso :)

mariam

mariam disse...

errata:"acompanhando" :)

Duarte disse...

Bonita mirada sendo felina...

:))

Abrazos

mdsol disse...

A Justine merece sim...Mas não sei se o Mounty vai achar piada...
:))

Juani lopes disse...

preciosas fotografias
saluditos

Justine disse...

Tranquilo, majestoso, complacente, insondável,fascinante, perturbador.
Deuses inverosímeis, os gatos!
Obrigada, amiga, por este olhar de beleza azul a enfeitar o meu dia:))

(E hoje, cá por coisas, não vou deixar o Mounty espreitar o teu blog...)