10/10/08

AS MAÇÃS

.


Dantes as macieiras davam maçãs,
que eram guardadas em toalhas de linho,
E só havia umas que eram melhores,
que eram as do quintal do vizinho!

Agora só há maçãs "golding" ou "starking",
agora só há maçãs "normalizadas".
E eu não me admiro que, em vez de redondas,
um dia destes passem a ser quadradas!

in Herbário

poemas de Jorge de Sousa Braga

Desenhos de Cristina Valadas


[Porque a D hoje me trouxe um figos deliciosos. Figos de figueira. Mesmo.]

5 comentários:

António disse...

OLÁ AMIGA!
É sempre um prazer visitar este blog. Bjs. António

um Ar de disse...

Vinha aqui ver o que perdi...
Encontrei outra coisa, mas, gostei na mesma!
[Beijo]

Tinta Azul disse...

António,
Volte sempre!
bjs

Querida um ar de
Ainda não tinha posto nada sobre ontem...
Que pena não terem podido vir.
Embora eu tenha gostado mais do espectáculo de há dois anos, a mulher é, de facto, extraordinária e vale sempre a pena vê-la.
Espero que estejas melhor.
beijo de Mimo
:)

Duarte disse...

Maçãs! Gosto imenso de maçãs.
Figos, e da figueira! isto não se diz, isto não se faz, só posso apanhar os do supermercado ou na marmelada, y destes poucas vezes, escasseiam. Que inveja! Mas sã.

Beijos

mariam disse...

imagem 5*****
também tenho e "consumo" o delicioso "Herbário" :)

também gosto (muito) de maçãs, nesta altura do ano como muitas "Bravo de Esmolfe", uma das gavetas da minha secretária lá no serviço, sempre a abro, solta um doce perfume a elas... são deliciosas também :)