30/10/08

LEMBRANÇAS DE BUENOS AIRES

.


O Estádio do Boca Juniors, La Bombonera, que é azul e amarelo, porque, segundo consta, aquando da sua fundação, não se chegava a acordo quanto às cores que o clube devia ter. Decidiram, então, que teria as cores da bandeira do primeiro navio que ali aportasse. [O Bairro de Boca tem este nome, por ficar, exactamente, na embocadura do Rio.] E o primeiro navio a chegar foi sueco. E assim ficou. Azul e Amarelo. [Ainda que o amarelo, de hoje, seja um bocadinho mais torrado que o sueco...].

A estrela de Maradona no passeio duma rua sempre em festa. Mesmo nos dias em que o Estádio está fechado, parece que ali vai haver um grande jogo de futebol. Música na rua, gente devidamente equipada canta a plenos pulmões, agitando bandeiras. Uma verdadeira loucura.














No dia em que Diego Maradona faz 48 anos.
No dia em que chega a seleccionador nacional de futebol da Argentina.


Fotografias - TINTA AZUL.17.08.08

8 comentários:

heretico disse...

sorriso...

Tinta Azul disse...

heretico,
o sorriso é azul ou amarelo?
:))))

Duarte disse...

Desconhecia esta faceta tua. Jornalista desportiva!
Interessante narração. Não sou um grande entusiasta do futebol ainda que o sigo. Maradona, prefiro Pelé.

:))

Besos

Justine disse...

Saudades de Buenos Aires, de Boca popular e turística, dos bairros altivos, das ruas cheias de antiguidades,do Atheneu!E o tango, omnipresente!
Futebol, esse não dei por ele:))

Tinta Azul disse...

Duarte,
também não sou muito dada a futebóis, excepto quando joga a nossa selecção.
Contudo, isto faz parte das minhas lembranças de Buenos Aires e ontem a propósito do Maradona lembrei-me.

Justine,
Foi nas ruas de Buenos Aires e do Rio de Janeiro que percebi melhor a loucura que é o futebol para brasileiros e argentinos. Até ver só imaginava... É que apanhei ambas as cidades em plenos jogos de futebol nos Jogos Olímpicos de Pequim, ainda por cima Brasil- Argentina e vice-versa, com a rivalidade que é conhecida entre ambos. Multidões paradas nas ruas frente aos écrans das lojas de electrodomésticos, num alvoroço total.
Quando fui ao Caminito, passei junto do estádio do Boca Juniors, todos pensámos que iria haver ali um grande jogo de futebol, mas não, o estádio até estava fechado, a festa, essa, era como se houvesse. Fiquei espantada com aquilo. Por isso o registei.

Beijos a todos.

António disse...

Amiga!
Agradeço a sua visita e acredite que é sempre bem vinda... Beijos! António

mdsol disse...

Uauuuuuu. Isto pega-se rsrsr
Além de bonito e pedagógico o post é muiiiiiiiiiiiito oportuno!
:))

Tinta Azul disse...

mdsol,
A verdade verdadinha é que quando tirei esta fotografia pensei no J.
Era para lhe dedicar esta lembrança de Buenos Aires, mas óspois ficou sem efeito.
Não fazia parte do nosso programa de viagem, mas já que se estava tão perto, porque não ir? E gostei de ter lá estado, foi a forma de ter percebido mais do que até então percebia. Há coisas que só depois de vividas é que se podem entender um bocadinho mais.


:))