26/01/08

EMIR KUSTURICA & THE NO SMOKING ORCHESTRA

.





Um concerto concertadamente desconcertante. Pura energia. Impossível manter o corpo quieto. Um autêntico frenesim. Ao vivo. Mesmo mesmo vivo. Saí satisfeitíssima por ter ido. Gostei muito!
As imagens...são as possíveis.

Imagens - Fotografias. Coliseu do Porto. TINTA AZUL.25.01.08

4 comentários:

ana sph. disse...

Quem me dera ter ido...

Mariadosol disse...

"as imagens são as possíveis" dizes tu, quase num lamento...

...são imagens quietas de realidades frenéticas... sendo assim, o possível já é muito!

um Ar de disse...

Pois eu gosto imenso das tuas imagens possíveis.

A cor está demais!...

Também gostava de ter ido.
Mas acho que o cansaço, depois da famosa quarta-feira passada [plena de actos falhados... que me estragaram o resto da semana e dias que hão-de vir], não me deixariam pensar em sair de casa.

Conheço outra pessoa que não me deve ter dito nada por me sentir assim, mas que teria ido, certamente...

Bj

Tinta Azul disse...

O mais interessante é a mistura de gerações de que era composto o público. A começar cá por casa: fomos os três. Também gostei muito disso. :)))