12/09/08

JACA

.


A propósito dos comentários no
post PERENIDADE, com um aviso óbvio: não adormecer à sombra da jaqueira. :)

A jaca é o fruto da jaqueira, árvore tropical trazida da Índia para o Brasil no século XVIII. É uma árvore que chega a 20 m de altura e seu tronco tem mais de 1 m de diâmetro. É cultivada em toda região Amazônica e toda a costa tropical brasileira, do Pará ao Rio de Janeiro.

A fruta nasce no tronco e nos galhos inferiores da jaqueira e são formados por gomos, sendo que cada um contém uma grande semente recoberta por uma polpa cremosa. Apresenta cor amarelada e superfície áspera, quando madura. As variedades mais cultivadas da jaqueira são: jaca-dura, jaca-mole e jaca-manteiga.

O fruto chega a pesar até 15 Kg. É rico em carboidratos, minerais, como cálcio, fósforo, iodo, cobre e ferro. Contém vitaminas A, C e do complexo B.

Pode ser consumida in natura, cozida, na preparação de doces e geléias caseiras. As sementes, sem pele e cozidas também podem ser consumidas como tira-gosto. O bagaço da fruta é utilizado na preparação de sucos, geléia e doces.

Por Patrícia Lopes
Equipe Brasil Escola

Imagem daqui.

4 comentários:

Duarte disse...

Querida e muito apreciada tinta azul, tudo isto está muito bem, e até vi em internet, e num blog passo a passo, como se prepara, mas ninguém me diz a que sabe isto. Pode-se comparar o seu sabor com outro conhecido? A goiabada (eles escrevem com "v") por exemplo!
De todas formas obrigado pelo esforço.
Reconhecido

Besos

Tinta Azul disse...

Duarte,
Não te posso responder porque nunca provei. Talvez a Justine saiba dizer. Perguntamos-lhe, está bem?
:)

Juani lopes disse...

sera cuestion de probarla, pero gracias por darmela a conocer
saluditos

Justine disse...

Meus amigos, a fotografia está tão bela que até apetece comer, não é?

Mas é que "aquilo" sabe a peixe podre!!!! Eu só provei uma vez e podia estar transtornada com qualquer coisa,sei lá! mas é essa a recordação que guardo...e acho que não vou experimentar 2ª vez:))

Me dirão da vossa experiência, se alguma vez tentarem...